Cristais -LImpeza – Energização – Programação

Métodos de Limpeza
Antonio Duncan

Para que a energia dos cristais possa estar em pura sintonia com a sua própria energia, é necessário que se faça, de vez em quando, uma limpeza energética, principalmente antes de seu primeiro contato com os cristais e quando eles forem usados para trabalhar com outras pessoas.

Os métodos de limpeza energéticos mais utilizados são:

Águas naturais (cachoeiras, rios, lagos, mares): Consiste simplesmente em banhar os cristais em qualquer dessas águas, contanto que não estejam poluídas, pelo tempo que a sua intuição determinar.

Água e sal grosso: Coloque os cristais dentro de um recipiente contendo água e sal grosso. Deixe-os aí por algumas horas e, ao retirá-los, lave-os em água corrente para retirar o excesso de sal. Este método só é aconselhável para as pedras duras e transparentes; algumas pedras opacas, como a Mala- quita e a Crisocola, não reagem bem com o sal e podem perder o brilho e a cor.

Defumação: Acenda o incenso de sua preferência (sálvia, cedro, defumador etc.) e sopre bastante sobre seu cristal, defumando todas as suas faces e toda a sua área, pelo tempo que achar necessário.

Drusa (para limpeza de pedras pequenas): Coloque suas pedras sobre uma drusa (aglomerado) de Cristal de Quartzo incolor e deixe-as por bastante tempo, até achar que estão limpas e recarregadas. A drusa por si só, por conter várias pontas de cristal, é autolimpante e autoenergizante.

Sopro: Mentalize luz branca, ou violeta, e sopre sobre seu cristal, com a clara intenção de limpá-lo e de tirar dele toda energia negativa. Inspire luz branca e/ou violeta e expire pela boca sobre o cristal.

Chuva: Deixe seu cristal sob chuva forte. É um ótimo método de limpeza.

Selenita: O método mais prático, eficiente e rápido para limpar energeticamente quaisquer tipos de cristais ou pedras é usar um bastão natural de Selenita (ou Gipsita). Para isto, coloque sobre uma superfície lisa um bastão de Selenita e na frente deste um Cristal de Quartzo, cuja ponta deve estar direcionada para todas as pedras que estejam necessitando de limpeza (qualquer tamanho e quantidade).
Deixe as pedras nessa posição por cerca de trinta segundos, e elas já estarão todas limpas e energizadas simultaneamente. Este tipo de limpeza serve também para qualquer objeto e para ambientes.

MÉTODOS DE ENERGIZAÇÃO

Depois de limpar os cristais, é aconselhável energizá-los, ou seja, carregar as baterias. Os métodos mais conhecidos são:

Sol: Deixe seu cristal, após ter sido lavado e limpo, diretamente na luz do Sol, de preferência na parte da manhã, até o meio-dia.

Lua: Se quiser energizar seu cristal com energia mais feminina, mais intuitiva, coloque-o diretamente exposto à luz do luar (Lua crescente ou cheia, de preferência).

Sol E Lua: Coloque seu cristal exposto à luz do luar, durante toda a noite, e depois à luz do Sol, até o meio-dia. É um tipo de energização bastante forte.

Terra: Como os cristais provêm da Terra, também se energizam em contato com a energia que vem do centro do planeta. Para isto, basta colocá-lo sobre o chão por um período mínimo de três horas. Não é necessário enterrar os cristais, basta deixá-los em contato com o solo.

Tempestade: Outra forma poderosa de energizar seu cristal é esperar a formação de uma tempestade, com bastante vento, chuva, raios e trovões, e colocá-lo exposto a essa energia.

Energização com as mãos: Coloque o cristal entre suas mãos e gire-o até esquentar, mentalizando passagem de energia de suas mãos para o cristal. Utilize também o método da respiração para recarregá-lo, inspirando luz branca e expirando esta luz carregada de força dentro do cristal.

Drusa: Da mesma forma que limpa, a drusa também pode reenergizar seu cristal. Apenas coloque-o sobre uma drusa por um tempo mínimo de três horas.

Selenita: Durante o processo de limpeza pela Selenita, os cristais e pedras estarão sendo automaticamente energizados.

PROGRAMAÇÃO

Normalmente, basta a intenção clara para programar um cristal automaticamente. Contudo, para quem necessita de uma técnica para ter mais segurança, aconselhamos o seguinte procedimento:

Segure o cristal entre os dedos (mão direita) apontando-o para o terceiro olho (entre as sobrancelhas);

Diga mentalmente ao cristal qual é a sua função;

Reforce a programação do cristal durante sete dias, dizendo: “Este é o meu cristal para…”.

Deixe que sua presença interior o guie, e ao utilizar seu cristal com amor e sabedoria você vai descobrir maravilhas.

Programe seu cristal com um propósito claro, objetivo e simples. Para reprogramá-lo, limpe-o por um dos métodos já citados, e depois repita o procedimento acima com uma nova programação.

Dicas

Durante os cursos que realizamos  sobre os cristais, surgiram algumas dúvidas a respeito das diversas aplicações das pedras. Vamos relacionar a seguir algumas dicas que respondem às perguntas mais frequentes.

1. Quando seu cristal quebrar em vários pedaços, junte-os e coloque num jardim ou vaso de plantas. Se acontecer apenas uma lasca ou pequena fratura, não dê importância, continue a usá-lo da mesma maneira. Muitas vezes as pedras se quebram ou desmancham, e quando isso acontece é porque receberam uma carga de energia que talvez estivesse dirigida a você, e se sacrificaram em seu benefício. Isto geralmente ocorre com as Malaquitas e Turmalinas Pretas.

2. Se um Cristal Biterminado se quebrar no meio quando você estiver na presença de outra pessoa, guarde uma das pontas e dê a outra a essa pessoa. Quando acontece este fato é porque o relacionamento entre os dois está necessitando de alguma clareza ou equilíbrio.

3. Considere seus cristais e suas pedras extensões de seu próprio ser. Se tiver alguma dúvida a respeito de quanto tempo deixá-los numa limpeza ou energização, ou qual o melhor método para isso, pense no que seria bom para você e faça o mesmo com eles.

Por exemplo, se você tiver mais afinidade com incensos orientais, este serão os melhores para limpar as suas pedras. Se sua afinidade forem os incensos ligados ao xamanismo, como sálvia, cedro e artemísia, o mesmo vale para suas pedras, e assim por diante.

4. Nunca coloque peixes ou plantas num aquário de pedras destinado a limpeza de ambientes, pois eles não sobreviverão. Se você tiver um aquário ornamental, com peixes e plantas, pode colocar alguns cristais para energizar os peixes e plantas, mas neste caso a intenção clara do aquário não é para limpeza de ambientes.

5. Quando fizer algum tipo de trabalho com as pedras para enviar energia de cura a distância, nunca se esqueça de pedir permissão, em meditação, ao Eu Superior da pessoa a quem quer enviar essa energia, para não desrespeitar o livre-arbítrio da pessoa. Depois de pedir a permissão, você terá a sensação exata se deve ou não proceder com o trabalho.

6. Se tiver cachorros como animais de estimação, não coloque pequenas pontas de Cristal de Quartzo para eles, pois têm o hábito de comer as pedras, e se estas tiverem pontas, podem feri-los interiormente.Dê preferência, neste caso, a pequenas peças roladas, pois estas podem ser engolidas sem prejudicar os animais. Quanto a outros animais, como gatos, não precisa se preocupar, pois estes não comem as pedras.

7. Cristais e pedras preciosas podem e devem ser aplicados em conjunto com outras técnicas de utilização de energias, como radiestesia e radiônica, reiki, massagens, cerimônias xamânicas etc.

8. Não se atenha a nenhuma regra se sua intuição determinar algo diferente. Os cristais e as pedras ampliam a intuição e você deve confiar nela. Se achar que precisa aplicar uma pedra num chakra diferente do costumeiro, pode fazê-lo sem medo de errar.

9. Dê sempre preferência a pedras em seu estado bruto, ou simplesmente polidas ou roladas. Pedras lapidadas podem conter o que é chamado de energia de forma, que dá mais força à forma que à própria energia da pedra. Somente as lapidações curvas, como esferas, ovos ou cabochões, não prejudicam a força energética das pedras

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *