Festival de Wesak

O festival de Wesak ou de Vaisakha é o festival do Buda. É marcado pelo nascimento, iluminação e morte de Buda. Este festival é celebrado anualmente na lua cheia de maio; é o grande festival do oriente. Buda é o intermediário espiritual entre o centro onde a vontade de Deus é conhecida e a hierarquia espiritual. Buda é a expressão da vontade de Deus, da incorporação da luz e o indicador da Finalidade Divina. Em todas as partes do mundo são evocadas a sabedoria, a compreensão e o fluir da luz nas mentes dos homens.

Forças de iluminação são ativadas no festival de Wesak. Estas forças emanam do coração de Deus; estão relacionadas à compreensão do Divino. Esta energia transmite o amor-sabedoria nas quais Buda e o Cristo são a expressão. Milhares de cristãos participam atualmente do festival de Buda. É o encontro espiritual do Oriente com o Ocidente.

A Lua Cheia de Maio é um período em que as energias espirituais estão excepcionalmente disponíveis e facilitam um contato mais próximo entre a humanidade e a Hierarquia Espiritual. A cada mês, as energias carregam as qualidades específicas da constelação que influencia o mês em particular. Estas energias estabelecem “Atributos Divinos” na consciência da humanidade. Nós, aspirantes e discípulos, procuramos canalizar o fluxo espiritual nas mentes e nos corações dos homens, fortalecendo a ligação entre o reino humano e o Reino de Deus.

A entrada neste caminho é possível para indivíduos, para grupos, e para a humanidade como um todo, como uma unidade. As energias não podem ser tocadas, agarradas, mas os indivíduos ou grupos são enriquecidos e vitalizados.

O festival de Wesak, é reconhecido por muitos como um dia de impacto espiritual supremo. Este festival  não é uma celebração comemorativa mas um presente, um evento vivo, uma cerimônia sagrada que ocorre a cada ano entre Buda e o Cristo. A hierarquia espiritual une-se enquanto uma benção é derramada em nosso planeta.

Esta cerimônia marca um ponto elevado do ano espiritual e serve para vitalizar a aspiração de toda a humanidade, a evolução humana, os caminhos como uma fonte de luz e do amor, inspirando e estimulando todos os esforços que promovem a harmonia humana e planetária. O esforço cooperativo da humanidade ao invocar as energias da luz e do amor, trabalhando juntas na meditação e nas preces no festival de Wesak, a preservação de uma quietude interior, a atenção focalizada, engloba os participantes nessa força espiritual, possibilitando uma expansão da consciência mais intensa do que em qualquer outra época do ano.

Wesak é a mais importante comemoração dos budistas e para todos os que se interessam pelos Ensinamentos do Buddha, porque é a semana em que se comemora o Nascimento, a Iluminação e o passamento de Siddhartha Gautama.

Foi numa manhã de lua cheia do quarto mês lunar, que corresponde quase sempre ao mês de maio, que nasceu como um príncipe, Siddhartha Gautama. Numa lua cheia do mês de Wesak (maio), aos trinta e cinco anos de idade, após ter passado seis anos de mortificações e penitências, estava enfraquecido. Decidiu largar estas práticas, para seguir um sentido interior que sempre tivera desde pequeno. Sem a ajuda de ninguém, a não ser de Seu próprio esforço; sem a orientação de ninguém, a não ser Sua percepção, sentou resoluto sob uma figueira e alcançou alto grau de Iluminação.

Após ter instruído sobre a Sublime Verdade, durante quarenta e cinco anos, passou o Buddha para o Paranirvana com a idade avançada de oitenta anos, na localidade de Kusinagara, também num dia de lua cheia.

O Wesak é um período de grande oportunidade espiritual para os seres humanos, excelente para a interiorização da consciência, para meditação e reflexão, para a realização de invocações da Luz Espiritual, para fortalecer a Chama Divina, que vibra em nosso interior.

Segundo M. Faur, este plenilúnio favorece a avaliação da sombra, mergulhando nos registros do subconsciente para descobrir e transmutar padrões compulsivos, obsessivos, rígidos e escravizantes. Aproveitando a energia transformadora dessa lunação e a energia luminosa de Wesak, pode-se alcançar assim como a fênix, o renascimento.

Para descartar padrões comportamentais ultrapassados; livrar-se de dependências e apegos; trocar de pele; despertar a kundalini e direcioná-la para a evolução espiritual; purificação dos sentimentos negativos; reconhecimento; aceitação da sombra.

Sugestões de um professor tibetano

Na semana inteira antes da lua cheia de maio e até a lua cheia de junho fazer as seguintes coisas:

  • Através da imaginação criativa ligue-se com todos os homens e mulheres de todas as nações
  • Elimine de sua consciência toda a negatividade, vendo-se claramente ao lado das forças da luz
  • Faça um exame no conflito de encontro com forças do materialismo, e preserve sempre um espírito do amor para todos os indivíduos
  • Ao meditar e ao invocar as forças da luz, se esforce para se esquecer de todas as suas próprias dificuldades, tragédias e problemas pessoais. Discípulos tem que aprender a levar para adiante seu trabalho para a humanidade apesar do stresse, das tensões e das limitações da personalidade
  • Prepare-se assim para o trabalho das duas luas cheias, mantendo seu objetivo claramente na mente e submetendo-se a uma disciplina  adequada
  • Para os dois dias antes da lua cheia; no dia da lua cheia, e nos dois dias que sucedem (cinco dias) concentre-se no amanhecer, no meio-dia, nas cinco horas da tarde, e no pôr do sol, mais o momento exato da lua cheia em sua própria terra, e faça a “Grande Invocação” com a intenção de invocar, precipitar e escorar-se na manifestação. Assim, construirá uma ponte sobre a abertura existente atual entre os dois mundos da atividade espiritual e da demonstração humana

A Grande Invocação

Do Ponto de Luz na Mente de Deus
Flua a Luz às mentes dos homens
Que a Luz desça à Terra

Do Ponto de Amor no Coração de Deus
Flua Amor aos corações dos homens
Que o Cristo volte à Terra

Do Centro onde a Vontade de Deus é conhecida
Que o Propósito guie as pequenas vontades dos homens
O Propósito que os Mestres conhecem e servem

Do Centro a que chamamos Raça dos Homens
Que se manifeste o Plano de Luz e Amor
E sele a porta onde se encontra o mal

Que a Luz o Amor e o Poder restabeleçam o Plano na Terra

  • Repita esta atividade por três dias cada mês –  o dia antes da lua cheia, o dia da lua cheia, e o dia sucessivo
  • Como um exercício preliminar a estes três dias, você poderia fazer exame uns três dias mais adiantados da preparação, aumentando assim a eficácia de seu esforço

FELIZ WESAK PARA TODOS !

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *