O Guardião do Fogo

PETA UHA – FIREKEEPER = O GUARDIÃO DO FOGO
Léo Artese

Peta Uha é uma palavra de origem nativo-americana para descrever um papel cerimonial importante para inúmeras cerimonias e nativos norte-americanos. Guardiões do Fogo alimentam e cuidam do fogo em cerimônias como a busca de visões, jornadas, tendas do suor , danças etc. Em muitas tradições nativas norte-americanas o fogo representa tanto o masculino divino do Grande Espírito, como a centelha do Grande Espírito onde todo mundo está conectado. Guardiões do Fogo são, em muitas sociedades, quase tão importantes como o chefe e o xamã.

Fogo era um elemento necessário e importante de toda a civilização humana no passado. Para nós do xamanismo universal é a representação simbólica do “Poder de Deus na Terra”. E foi assim que Deus se expressou aos primeiros profetas, na forma do fogo. O fogo forneceu um lugar para se aquecer, para dar luz à noite, para a proteção, e para cozinhar e aquecer água. A fumaça de uma fogueira era necessária para manter-se longe de grandes quantidades de insetos incômodos.

Em nosso caminho, o fogo é um ser vivo. Ele é considerado um aspecto do sol, por vezes referido como um “raio de sol” ou Poder do Sol que reside no fogo, a sua essência, nas brasas e por isso esta força muito poderosa deve ser tratada com grande respeito. O fogo cerimonial é encarado como um “fogo sem fim” bem como a “chama eterna. Você pode ver que há uma energia de fogo que está além da energia física manifestada. Essa energia precisa ser mantida forte durante cerimônia!

O Guardião, muitas vezes, mantem um fogo por vários dias, semanas e talvez até mais. No passado , não haviam maneiras fáceis de fazer fogo em piso molhado, era necessário alguém para manter as chamas ou brasas vermelho por longos períodos de tempo. A fogueira também é um lugar de orações, um altar, de oferendas de tabaco, e fornece brasas para o cedro, sálvia e seet grass (grama doce).

O fogo fornece um lugar para manter o tambor sagrado seco e quente, com uma pele firme para melhor som. O fogo é um lugar de encontro, de falar, contar histórias e de renovação.Aquele que atua como um guardião do fogo deve ter grande respeito pelos aspectos físicos e espirituais do fogo sagrado. O guardião do fogo está disposto a ir para além da zona de conforto, e recebe os desafios e as lições do fogo com alegria e apreciação. Ele sabe o tipo de calor produzido e que a intensidade do calor é apenas uma pequena parte da experiência. Ele aprende o tipo de formato que deve usar para cada fogueira.Com coração humilde, o Firekeeper reza ao fogo para saber o que precisa ser conhecido na sua caminhada de vida.

O Guardião do Fogo é uma posição de honra dentro da cerimonia.Nós do xamanismo universal, costumamos oferecer um presente ao guardião do fogo após a cerimonia, honrar  aquele que cuida de nosso altar central.

Por Todas As Nossas Relações!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *