Roda – O Caminhar na Terra

Seu Caminhar na Terra é a forma que vive sua vida.  É o caminho onde expressa sua personalidade. É o caminho para viver seus sonhos. Suas aspirações. Sua esperança. Seus medos.

.

Seu Caminhar na Terra é um passeio incerto, ou uma caminhada longa e penosa? Você mostra-se impaciente ou enraivecido? Ou está estimulado, cheio de ambição que não para nesse caminho?

Qualquer que seja o ânimo de seu Caminhar na Terra, onde está você nessa jornada? Onde você situa-se agora? Como anda sua cabeça? Sua vida é uma aventura excitante, ou apenas entediante?

Se você está desnorteado devido à frustrações e decepções, se está confuso, isso não é porque você não tem uma direção clara?  Se você tem andado determinado no mapa do território, e se você não pode ver sinais para guiá-lo, as maravilhas da vida são para você um quebra-cabeças.

O Caminhar na Terra providencia um mapa para você, e o sentido, para guiar seu caminho. É a ciência da vida baseada em conhecimentos medicinais que tem sua origem na sabedoria ancestral perdida, e que pode ser resgatada. Esses ensinamentos não servem apenas para uma tribo em particular ou para um grupo de tribos, mas é uma essência de um conhecimento que impregna a todos.

Esse conhecimento, ainda disposto na mente do homem vermelho, é estruturado dentro de um sistema completo, que foi traduzido para os modernos tempos e adaptado às circunstâncias de homens e mulheres materialistas, vivendo numa sociedade orientada para o consumo onde se perdeu o contato com a Terra e com a Natureza.

A Roda Medicinal serve para muitos usos, incluindo métodos de autoconhecimento e autoajuda. A Medicina da Terra desenvolveu esses métodos e inicia explicando como a alma coloca a roupa do corpo físico em ordem para experimentar a matéria, e como, conforme a posição ou ponto de percepção na Roda da Vida, ela conecta-se com as influências da Terra e forças que podem promover, através da experiência, seu desenvolvimento espiritual.

Esse sistema não se preocupa com o movimento dos céus e como podem afetar aquilo que acontecerá para nós no futuro na Terra, mas como nossa conexão com a Terra pode ser usada para que nós possamos compreender o presente, que elabora o nosso futuro, e então assumir a responsabilidade por nossas próprias vidas, e então podermos ser mestres de nosso próprio destino. Os ensinamentos foram sempre transmitidos oralmente, seletivamente, nas tradições nativas e protegidos por xamãs.

Para o pensamento nativo o termo “medicina” significa mais do que um método para restaurar a saúde, ou para combater uma doença do corpo físico.  Medicina para o nativo significa “energia” – um poder vital ou força que é inerente à nossa própria natureza. Ela expressa a nosso próprio sistema de energia de vida. Roda Medicinal representa um círculo de geração de energia abaixo do controle da mente, que sustenta conhecimento desse poder. Medicina é habilitar o Poder Pessoal.

Basicamente, a Roda Medicinal é um instrumento físico, mental, emocional e espiritual, que habilita seu uso para sintonizar, a nós mesmos, com as influências e forças da Terra, e com as energias naturais que afetam nossas vidas.

Ela compreende símbolos na forma de uma cruz circundada. Os nativos americanos representam esses símbolos com pedras colocadas no chão. Existem círculos de pedras ancestrais em diversas partes do mundo. A Roda Medicinal pode ser também, simplesmente construída com pequenas pedras.

O centro do círculo indica caminhos que representam a Fonte, o Criador, mas pode também representar o Self. O perímetro do círculo é marcado por outras pedras que representam poderes do Universo, e dentro do homem como eles podem trazer equilíbrio harmônico. Eles servem também para relembrar a lei das oitavas – ou as leis harmônicas.

O interior do Círculo de oito pedras forma outro em volta da Fonte no centro, e representam o interior e realidades espirituais. Iniciando os braços em cruz da roda, estão as 4 direções representando os Quatro Grandes Caminhos: Amor e Confiança no Sul – Sabedoria e Conhecimento no Norte – Introspecção e Transformação no Oeste – Iluminação e Claridade no Leste.

O índio americano só usa crânio de búfalo para indicar a Fonte, o centro do circulo interno, e isso porque o búfalo tem uma simbologia particular, o animal que providenciava para o índio o que era necessário para a sobrevivência (tipis, roupas, mocassins, comida, cobertas, etc).

O crânio humano era honrado não apenas por conter o cérebro, mas pela mente e pela consciência.

Então o crânio de búfalo é a representação da mente de Wakan Tanka – O Grande Espírito – O Grande Tudo – e chega para a pessoa na sabedoria da mente criativa de Tudo O Que Há.

Essa Roda Medicinal pode ser acrescida de 16 pedras e chegar até a 40, para representar a teia universal de poder onde todas as coisas são conectadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *